Homens mais novos: isso é um problema?

“Não me preocupou o que os outros iriam pensar, mas confesso que fiquei surpresa com o que eu estava sentindo. De início, é um susto”.

(Fatima Bernardes)


A mesma sociedade que luta contra o machismo, pela igualdade de gênero, fim do racismo e todo e qualquer preconceito, muitas vezes ainda aponta o dedo, ou trata como algo fora do comum, uma mulher que se relaciona com um homem mais novo. O contrário nem vou falar, afinal um homem de 70 com uma mulher de 30 é absolutamente normal para esta mesma sociedade.

Ivete Sangalo, Fátima Bernardes, JLo e muitas outras mulheres inteligentes, bem sucedidas e empoderadas, ao terem os seus relacionamentos citados em sites e redes sociais, comumente podemos notar a observação: “a artista está se relacionando com fulano de tal, tantos anos mais novo”. Sério?


No meu entendimento poderiam mudar o texto para: “fulano de tal se relacionando com a maravilhosa artista”, mas agora o assunto aqui é outro.


Está cada vez mais frequente o número de homens mais novos que se apaixonam por mulheres mais velhas. Será que as mulheres estão demorando para amadurecer ou os homens amadurecendo mais rápido? Talvez não seja nada disso e a gente siga procurando justificativas para o amor.



A grande verdade é que uma mulher que já sabe o que quer, inclusive sexualmente, faz toda a diferença, sim. Mas isso não é nenhuma chancela para que os homens mais novos se aproximem e se sintam atraídos.


O fato de um homem mais novo ter facilidade para cultivar o romantismo e a sedução também não significa que uma mulher mais velha vai ficar com alguém só por isso.


As pessoas têm dificuldades em aceitar um sentimento verdadeiro e vivem procurando nas relações alheias outros motivos que justifiquem uma história. Obviamente ainda existem muitas relações fundamentadas em interesses e isso não tem nenhuma relação com idade.


Algumas mulheres sequer admitem a possibilidade de estarem com um homem mais novo e o contrário também, mas aí eu já me pergunto se existem regras para amar.

Quando me apaixono é pela essência, pelos olhos, pelo sorriso, pela forma que esse homem me trata e pela sinceridade dos seus sentimentos. Não vejo onde a idade específica se encaixa nisso e acredito que muitas mulheres e homens pensam como eu.


Fazemos parte de uma geração que, infelizmente, ainda rotula por idade e acredita que existe um padrão para tudo. Isso não acontece só entre os héteros, se estende a qualquer orientação sexual.


Diferenças sociais, culturais, nível de maturidade, responsabilidade afetiva e tantos outros pontos que caracterizam um relacionamento, acontecem com casais da mesma faixa etária ou não.

Em qualquer relação, independente de idade ou características, o que importa mesmo é cada um saber o que quer. Se a paixão está acesa, se o coração acelera e a vontade de estar perto é maior do que sumir ou ficar sem falar, se joga e esquece os números que estão no RG.


Não acredito em listas que classificam motivos que fazem uma mulher mais velha se atrair por homens mais novos e o contrário. Acredito em sintonia, química e acima de tudo no amor.