Transformando sua lista de desejos em ações

Parece que todo começo de ano é a mesma coisa, fazemos inúmeras promessas, uma lista de desejos. Mas aí os dias passam e a rotina, os acontecimentos do dia-a-dia e os prazeres imediatos a que cedemos acabam por deixar essa lista esquecida no fundo de uma gaveta.

Transformar nossa lista em um plano de ação e esse plano de ação em um acordo com uma pessoa muito importante * VOCÊ * aumenta as chances desses desejos se tornarem reais.


Para quem seguiu com a gente os passos anteriores, já deve estar com uma listinha de realizações e comportamentos para fazer acontecer, então eu vou te contar como geramos compromisso com cada item que você escreveu.


Ah, e se você chegou agora, dá uma olhada nos posts Planejando no Caos e Definindo as áreas de foco e depois volta aqui com a sua listinha para a próxima etapa!

Vamos lá? Transformando sua lista de desejos em ações:


1. Para os itens que você mencionou um comportamento ou situação que não quer mais em sua vida, reescreva isso de uma forma positiva. Escreva o que você está comprometido em fazer. Qual a sua meta. Ex: Se você não quer mais comer chocolate após as refeições, escreva: Consumir frutas e chás após as refeições.

2. Use verbos de ação para iniciar suas metas, como: Construir, Comprar, Vender, Aumentar, Diminuir. Escreva de forma que você possa visualizar a execução.

3. Estabeleça um prazo para cada meta: considere sua situação atual para estabelecer prazos realistas. Nem muito curtos para que você não se frustre por não conseguir alcançar, nem longos demais que te mantenham na zona de conforto. Desafie-se, você vai se surpreender em como pode ir além!

4. Escolha transformar aquilo que seja relevante para VOCÊ. Se sua meta é seguir padrões impostos por terceiros, provavelmente você irá abandonar. O gasto de energia dificilmente valerá à pena e lutar contra sua essência é um preço alto demais a se pagar. Uma meta que importa pra VOCÊ é capaz de te preencher de força e entusiasmo para torná-la realidade. E você sentirá seu corpo vibrar com essa possibilidade. Essa sim é uma boa meta a ser seguida!


5. Escreva suas metas e as deixe em um local visível. Isso serve para que você se lembre a todo instante com o que você está comprometida em realizar. Garanta que se você escorregar, logo será lembrada dos acordos que fez consigo mesma, o que irá te ajudar a manter o foco.


6. Para conferir se sua meta foi escrita de forma clara, ela deve responder as questões abaixo.

  • O que você quer alcançar com essa meta?

  • Quando ela começa e quando você a terá concluído?

  • Quem você precisa envolver?

  • De que recursos você precisa para viabilizar sua meta?

  • Onde sua meta acontece?

  • Como você fará para torná-la realidade? Qual seu plano de ação?

7. Para cada meta, reflita sobre o que pode ser uma ameaça que dificulte sua execução. É importante antecipar imprevistos e restrições que possam acontecer. Assim você poderá incluir ações de contingência e contornar tais ocorrências sem bloquear seu estado de flow (De acordo com o psicólogo Mihaly Csikszentmihalyi, responsável por identificar o flow, isso significa “...um estado mental que acontece quando uma pessoa realiza uma atividade e se sente totalmente absorvida em uma sensação de energia, prazer e foco total no que está fazendo. Uma imersão completa no que se faz e, consequentemente, perda do sentido de tempo e espaço.”). Eu sei, dá mais trabalho agora, mas acredite, se lá na frente você se deparar com tais imprevistos, sua reação será potente ao invés de te desestabilizar.

8. Como você se sente ao responder as questões acima?

  • Não sou a pessoa certa: se esse foi seu pensamento, reflita sobre os aspectos comportamentais, habilidades, recursos que lhe faltam. Escreva e então pense sobre como pode viabilizar cada aspecto, quem pode lhe ajudar, de que forma pode suprir essas lacunas. O que precisa aprender?

  • Não sei por onde começar: às vezes queremos fazer uma transformação tão grande que fica mesmo difícil identificar por onde começar. Quebre sua meta em etapas, e dentro de cada etapa seja detalhista sobre a lista de ações necessárias para realizar cada uma. Organize as ações em uma sequência lógica de execução. Assim você poderá visualizar com clareza quais recursos precisa realmente viabilizar.

  • Vibrou com a possibilidade e até visualiza como será quando acontecer? Então bora começar essa jornada linda.

Seja consistente. Os micro comportamentos do dia-a-dia farão a diferença para você transformar sua rotina e alcançar o que você deseja.


Comemore cada passo alcançado, cada pequena vitória. A pessoa que você se transforma durante o processo vale muito e deve se orgulhar de cada feito.


Não espere a virada do ano! O que você pode começar a fazer hoje para tornar essas mudanças reais?




Créditos Photos:

Capa: ru.depositphotos

Foto 1: Gerd Altmann by Pixabay